GeneXus Smart Devices Tips I

GeneXus Smart Devices Tips - Fabricio De los Santos

Uns dias atrás o colega Wagner me contava que tinha seguido alguns dos tutoriais de GeneXus que tenho publicado no blog, e me perguntava se já tinha feito algum Tutorial de GeneXus para Smart Devices.

Minha resposta acredito que foi contrária ao desejo dele, porque respondi que ainda estava apanhando muito com o gerador GeneXus para Smart Devices e não tinha condições de criar um tutorial neste momento.

Ai pensei, eu tenho apanhado muito porque entre outras coisas é uma plataforma nova, o uso deste tipo de celular também é novo, tanto assim que pessoas que ainda não tem um smartphone pensam que um IPHONE é igual a um GALAXY, mas depois que entra neste mundo entende que são coisas muito distintas, começando pelo uso. Quem está acostumado ao teclado do aparelho da Apple, quase que nem consegue escrever no cavalinho da Samsung.

Em fim primeira dica antes de querer desenvolver alguma coisa, COMPRE um Smartphone e aprenda a usar. Por custo acredito que o melhor é começar por algum dispositivo com o Sistema Operativo Android e depois na medida que vai avançando e entendendo com certeza vai escolher o que é melhor para você. Algo que muitos sabem BlackBerry já era e Windows Phone, humm na minha opinião não vai rolar muito, mas quem sabe.

Agora que já tem seu Smart Device pronto, aqui vão as quatro restantes dicas deste post, mas cuidado tem muitas feras no mundo GeneXus com muita experiência nesta nova plataforma, posso estar dizendo alguma coisa que para mim funciona bem de uma forma e pode existir outra melhor forma de fazer, RECOMENDO entrar nos foruns de Smart Devices de GeneXus.

Algumas coisas que foram úteis para mim não precisamente nesta ordem.

DICA 2

Você pode trabalhar e testar sua aplicação com o emulador, mas posso assegurar que o que vai testar no emulador esta muito longe de como vai ficar no celular, começando pelo uso a menos que você tenha um monitor touchscreen vai ter que clicar com o mouse, a experiência de usuário é terrível, então conectando seu celular com o cabo USB ao computador vai rodar diretamente sua APP no celular. Pode ser que algum tipo de aparelho ou não sei se o Sistema Operativo tenha que fazer alguma coisa mais, pode procurar informação do KBN de GeneXus, lembro que no Blog de Gustavo Carriquiry fala algo disso também.

DICA 3

O pior INIMIGO algum erro que fale “JSON”

Este personagem é muito detestável mas depois de muito apanhar notei que ele aparece muitas vezes quando colocamos funções (que estamos acostumados a usar em GeneXus win e web) em objetos tipo Panel de Smart Devices. Ou seja uma função “val”, “substr” por exemplo pode dar este tipo de erro quando é colocada em paneis, então você tem que fazer o uso delas em procedimentos e ai não tem problema. Sei que pode ser um pouco incomodo mover a lógica a um procedimento, mas com isto você já poupou dias perdidos e muitos cabelos tentando resolver esses erros JSON.

DICA 4

Operações simples também podem dar problema em paneis

Talvez relacionada com a dica 3 mas quis colocar separada porque achei que o JSON merecia um item destacado.

Numa oportunidade a APP não apresentava nenhum erro mas não conseguia parsear de nenhuma forma o dado de uma variável. Fazendo um debug (com mensagens simplesmente) o valor de uma variável tinha um comentário do programa, era uma coisa mais ou menos assim:

&valorstring = ‘<Texto>’ + &VarStr

//Resolvo &valorstring

Na mensagem o dado guardado na variável &valorstring era: “<Texto> + &VarStr //Resolvo &valorstring”

O problema estava no uso do “+” para concatenar num panel, levei para um procedimento e listo.

Não sei se este tipo de coisas funcionaram em curto o meio prazo em paneis da forma que esperamos em GeneXus, mas vamos resolvendo desta forma, ninguém vai morrer por isso.

DICA 5 para terminar com este post

Algumas coisas se executam no binário e outras no servidor.

Para mim é difícil identificar ainda onde vai rodar cada linha de código, algumas vou aprendendo outras ainda nem investiguei, mas a minha recomendação é quando você executa com F5 ou RUN no PC esperando que atualize sua APP no celular, desinstale a APP no celular antes e depois execute o F5 ou RUN.  Tenho como costume colocar um número de versão visível na APP para saber o que estou rodando, por exemplo se fosse agora seria 2014012401 – ANO MES DIA e número de versão do dia. Notei que em algumas ocasiões esse número de versão não mudava mesmo quando tinha alterado ele, é como se o outro câmbio realizado na APP não era necessário trocar o binário mas isso afetava sim a APP por algum outro motivo, então agora sempre desinstalo antes de dar o RUN do objeto main que quero testar e tenho certeza de que é a versão nova.

Até aqui cheguei hoje, já teremos mais 5 dicas num próximo post. Só siga o mesmo TAG  GeneXus Smart Devices Tips

As plataformas de Smart Devices estão em constante mudança é por isso que é difícil seguir de perto e estar na última linha de desenvolvimento com cada uma delas, mas tenho certeza que estes workarounds apresentados hoje não serão necessários no futuro já que a Excelência de GeneXus e sua equipe é única e insubstituível.

Até o próximo post. Grande abraço!


Fabricio De los Santos GeneXus
Fabricio De los Santos
_________________________________________
Coaching and Mentoring GeneXus, ScrumMaster, Project Manager, K2B Tools Agent – The best Patterns Tool to integrate with GeneXus
Siga meus blogs em www.fabriciodelossantos.com

Tags: , , , ,

Leave a Reply

You must be logged in to post a comment.