Archive for mayo, 2008

Como fazer debug em genexus para java e tomcat

viernes, mayo 2nd, 2008

(Postado originalmente no dia 21/09/06)

A forma mais fácil de fazer um debug numa aplicação desenvolvida com GeneXus quando estamos gerando para Windows, e colocar uma mensagem (tenho costume de chamar isto como policia) a qual vai sair na tela mostrando o conteúdo de uma variável ou campo de uma tabela।
Para realizar esta mesma tarefa em Java gerando para web, podemos usar a seguinte sentencia:

&msg=’Texto identificatorio ’ + &variable
Msg(&msg,status)

Após isto, vamos ao diretório que está instalado o tomcat e procuramos o folder “logs”.

Exemplo de uma instalação Windows:

C:\Program Files\Apache Software Foundation\Tomcat 5.0\logs

Aqui procuramos o arquivo stdout.log, o abrimos e pesquisamos pelo “texto que colocamos no msg()” e ai encontraremos o valor de nossa variável ou campo de tabela.

Fabricio De los Santos
Gerência de Projetos –
Consultoria GeneXus –
ERP – Sistemas de Missão Crítica – Bancos de Dados.

Veja meus blogs em:
www.fabriciodelossantos.com

Value was either too large or too small for an Int16 genexus

viernes, mayo 2nd, 2008

(Postado originalmente no dia 20/09/06)

Usando o gerador ।Net de genexus, podemos encontrar este erro:
Value was either too large or too small for an Int16.
Isto pode acontecer por diversos motivos relacionados com overflow de uma variável.
Um dos motivos típicos pode ser que se esta chamando a um webpanel com os parâmetros invertidos, com a ordem incorreta, ou com menos parâmetros o que ocasiona que não estão compatíveis entre sim objeto chamador e objeto chamado.

Fabricio De los Santos
Gerência de Projetos –
Consultoria GeneXus –
ERP – Sistemas de Missão Crítica – Bancos de Dados.

Veja meus blogs em:
www.fabriciodelossantos.com

Update Model sem rodar reorganização genexus 7.5

viernes, mayo 2nd, 2008

(Postado originalmente no dia 20/09/06)

Isto é uma coisa que não deveria acontecer, mas se acontecer…
Por exemplo:
Fizemos mudanças em transações e passamos para protótipo ou produção e cancelamos a reorganização simplesmente fechando o “developer menu”, e vemos que o genexus faz um update model.
Por esse motivo agora já não podemos capturar essa reorganização.
Isto acontece cada vez que cancelamos desta forma a reorganização.
Isso indica que a Kb está com problemas.
Temos 2 opções para resolver।

  1. Rebuild –y da KB
  2. Apagar os .ARI e fazer um build all.

Logo repetimos o procedimento da reorganização e veremos que está solucionado। Pudendo agora capturar a reorganização.

Fabricio De los Santos
Gerência de Projetos –
Consultoria GeneXus –
ERP – Sistemas de Missão Crítica – Bancos de Dados.

Veja meus blogs em:
www.fabriciodelossantos.com

Cannot Find Server – The page cannot be displayed

viernes, mayo 2nd, 2008

(Postado originalmente no dia 20/09/06)

Provavelmente ao desinstalar Tomcat, pretendemos manter os subdiretórios com nossos conteúdos os quais não desejamos apagar.
Então decidimos por deixar os diretórios quando Tomcat fez essa pergunta na hora de desinstalar.
Após isso instalamos novamente o Tomcat e nos vemos que o Administrador não consegue levantar.
Uma das alternativas que achei na época foi baixar o serviço do Tomcat e renomear o diretório da instalação de tínhamos anteriormente, por exemplo XXTomcat5, já que ao instalar novamente, quedou alguma coisa errada e ainda o Tomcat segue apontando para aquela instalação anterior.

Fabricio De los Santos
Gerência de Projetos –
Consultoria GeneXus –
ERP – Sistemas de Missão Crítica – Bancos de Dados.

Veja meus blogs em:
www.fabriciodelossantos.com

XDB connect to localhost

viernes, mayo 2nd, 2008

(Postado originalmente no dia 20/09/06)

É um erro que aconteceu algumas vezes quando instalando Tomcat numa PC que tem Oracle। Este erro é porque está rodando um XDB Server Oracle escutando na porta 8080, mesma porta que usa Tomcat por default।

As opções que temos são:

  1. Mudar a porta por default do Tomcat.
  2. Des-Habilitar a porta do XDB em Oracle. Para isso abrimos o enterprise manager, expandimos a base de dados que está instalada local nesse PC e no tag “configuração” trocamos o HTTP port por 0

Nota Importante: Tem que se conectar como sysdba ao banco de dados, caso contrario não será possível efetuar a operação.

A informação foi obtida procurando no site: http://www.fmepedia.com

Fabricio De los Santos
Gerência de Projetos –
Consultoria GeneXus –
ERP – Sistemas de Missão Crítica – Bancos de Dados.

Veja meus blogs em:
www.fabriciodelossantos.com

Entrevista para Genexus News 2004

viernes, mayo 2nd, 2008

“Trabalhar na ARTech para mim, é como jogar no Peñarol”

Fabricio De Los Santos trabalha em GXVision, está no mundo GeneXus desde a primeira versão Windows da ferramenta, e está planejando lançar um portal e terminar uma novela.

Faz só um ano que voltou ao Uruguai vindo da Venezuela, onde era gerente de projeto de GXAdmin na empresa Intercable e, está de volta -> ARTech, onde trabalha em um projeto de GXVision no Brasil. “Trabalhar na ARTech para mim, é como jogar no Peñarol”, diz Fabricio, fanático pelo clube aurinegro de futebol.

Deixou muitos amigos na Venezuela, onde nasceram seus dois filhos e onde afrontou o imprevisível. Uma tarde quanto jogava futebol, uma falta o deixou com a cabeça no chão e, o golpe o fez perder a memória. Conta que enquanto estava no hospital percebendo o que estava lhe acontecendo, para se tranqüilizar começou a tentar lembrar como fazia para programar em GeneXus. “Se não me lembro disto estou frito”, pensou.

Tem 29 anos e dois filhos, Nachito (Ignacio) de três anos e TinTin (Agustín) de um. Sempre quis ser arquiteto e chegou a freqüentar o primeiro dia de aula na Faculdade de Arquitetura. Foi quando escutou um professor explicar porque essa profissão levaria 12 anos de sua vida, embora estivesse pautada para durar seis anos. Foi tudo o que precisou escutar para se levantar, ir embora e tomar outro rumo. “Sou impulsivo e sentimental”, assegura.

Fabricio é decidido, sincero, frontal e muito conversador. Conta que aprendeu como lidar com as pessoas, aos 15 anos vendendo livros em Salto, sua cidade natal. É consciente do efeito de sua loquacidade nas pessoas e, -deixando a modéstia de lado- diz que esta característica o torna um bom candidato para dedicar-se -> política. Além de livros, naquele tempo também vendia bilhetes de loteria até que começou a comercializar os produtos chacinados de Bordenave e a armar, pouco a pouco, uma importante carteira de clientes; negócio que atualmente é dirigido por seu pai.


Começou seus estudos de analista de sistemas em Salto e terminou a carreira em Montevidéu, enquanto trabalhava em uma vidraçaria, cujos donos eram tios de Karina Santo. Seu primeiro trabalho com GeneXus consistiu em provar o manual e, sem saber nada de GeneXus, desenvolveu uma aplicação com a primeira versão Windows de GeneXus (5.01). Da vidraçaria foi para uma importadora, realizou o curso de GeneXus e mais tarde trabalhou no departamento de sistemas da Administração Nacional de Correios, no desenvolvimento de um sistema de track and trace.

Também formou parte da empresa Hexa Sistemas e em 1997 se uniu a um projeto de ARTech em Equital, que daria mais tarde nascimento a GXVision. Enquanto isso, ia -> Escola de Administração da Faculdade de Ciências Econômicas, até que surgiu um projeto na Venezuela na empresa Intercable, que duraria de seis meses a um ano, mas finalizado o trabalho ficou morando naquele país e trabalhando como gerente de projeto de GXAdmin na empresa.


Talvez a experiência de vida na Venezuela seja o que o motiva hoje a ter entre as mãos um projeto pessoal de lançar um portal Web que dê trabalho a pessoas com capacidades diferentes. Porém não é o único que o atrai hoje em dia. Além disso, está escrevendo uma novela e diz que algum dia gostaria de acrescentar ao “passaporte”, além de analista de sistemas, a profissão de escritor.

 

Fabricio De los Santos
Gerência de Projetos –
Consultoria GeneXus –
ERP – Sistemas de Missão Crítica – Bancos de Dados.

Veja meus blogs em:
www.fabriciodelossantos.com